TRAIÇÃO E O VAZIO DE UM EU

TRAIÇÃO COM FRASE

“Por traz de toda traição existe o descontentamento sem limites onde a fraqueza e o vazio é mais forte do que a própria existência”

Assisti a Sr. Selfridge uma série que passa na Netflix.

No episódio quatro a mulher o trai com um beijo, para revidar as traições dele com a amante, que era a modelo da loja.

Fiquei pensando!!! Desde os primórdios essas traições são muito doídas. E o que faz sofrer demais é romper com as amarras de um tipo de cultura onde as pessoas ficam invisíveis em seu mundo. Dói na alma deixar de ser um produto da sociedade e assumir as nossas experiências por nós mesmo!!!

A Sra. Selfrieg precisava ser notada e escolheu o caminho da sedução para isto. Ao se interessar pelo pintor, rompeu com as amarras de um tipo de cultura pra ser ela mesma. Pra se dar valor, pra olhar em seu mundo e se ver. Podia ter escolhido fazer o bem para outras pessoas ao seu redor!!! Também seria notada!!!

E isso é o que magoa mais em uma traição. A verdade estampada nos braços de outras, quando deixamos de existir para nós mesmo!!!

Difícil entender como isso é uma alavanca para um crescimento, uma rebelião produtiva!!!

Mas a vida vai nos trazendo essas lições, para aprendermos a voltar para nosso Eu e dar conta de nossa existência, nem sempre muito produtiva e feliz.

É assim que aprendemos a deixar de lado a sociedade e voltarmos ao Eu.

É um tempo de recolhimento, de olhar para o vazio e dizer que é possível ser feliz, com ele e apesar dele.

Porque não queremos tudo. Amamos o que temos ao redor.

E esse “tudo” é uma razão ilusória plantada em nossa cabeça, por uma cultura piegas, que não nos deixa ver as imperfeições de todos os seres humanos: o vazio e as fraquezas.

2 comentários sobre “TRAIÇÃO E O VAZIO DE UM EU

  1. Quando alguém usa a traição para vingar a dor sofrida pela traição do parceiro(a), creio que a emoção se sobrepõe à razão, pois não há causa que não produza efeito e ao buscar vingança na traição, o individuo deixa de pensar racionalmente, só busca o efeito que vai provocar com essa atitude sem fazer uma introspecção do que está errado no casal, pois o erro, salvo raras excepções, nunca é unilateral, ambos à sua maneira contribuem para a situação, a falta de afecto, amor, desinteresse leva à desilusão, que por sua vez traz a carência afectiva, gerando uma bola de neve que provavelmente acabará em separação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s