Rodopios / Lia Helena Giannechini e Vitor Valeffort

bailarinas no ar

 

Enebriada me encontro

sempre amena

a roda da poesia e prosa…

alento da alma – ação.

 

Namorado da ciranda,

tempo, luz, paz e unganda.

 

 

Desta paz nasce canção,

que transporta a alma numa só emoção…

Solta o tempo..

que amarra esta roda do amanhã.

 

Sou rodopios que o vento dá,

Os giros, sempre giro,

sempre vento, sempre sopro.

 

Sou os floreios do peito,

sou o esquerdo, direito,

sou flecha, sou festa.

Sou uhn…

 

2 comentários sobre “Rodopios / Lia Helena Giannechini e Vitor Valeffort

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s