Sons sinos da alma / Lia Helena

Sinos da alma

 

 

Sons, sinos da alma


 

Que encantam platéias,

E fazem delirar tanta gente.

Sons, espadas infinitas

Que transcendem uma época,

Enebriam corações.

Sons de dentro, batidas do coração,

De um pulsar de vida .

Fagulha, centelha divina em você,

Luz, poesia e vida

Transformaram-se na música interna,

De corações potentes,

Que não deixam a alma desconhecida.

Você, meu amigo

Um pulsar constante,

Das forças do universo

Batendo a sua porta.

Janelas se abrem,

Mas as portas trancadas

Reavivam a memória,

De ainda poder ter

Tantos caminhos a encontrar.

A porta se abre,

O coração explode,

O mundo se transforma,

Em fagulhas de sons que se espalham,

Brilhando em cada coração,

Onde você conseguir

Sua porta abrir..

 

www.alemdooceano.wordpress.com

www.calialemdoceano.wordpress.com

www.qualialemdooceano.wordpress.com

http://grou.ps/clubedepoetasvirtuaisindependentes/people/reytjkzbiwzxefbrj

http://metafora-badalona.ning.com/profile/LiaHelenaGiannechini

http://muraldosescritores.ning.com/profile/LiaHelenaGiannechini

http://clubecaiubi.ning.com/profile/LiaHelenaGiannechini
target=”_blank” >Textos & Poesias – Site: O Melhor da Web

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s