Publicado em Sem categoria

Trilha da Saudade/ Maria José Rutanem

 

Lancamentos do livro 019UM PERÍODO ENTRE A ÁFRICA DO SUL E O BRASIL

 

 

           Assim, no dia trinta de novembro, decolamos de Helsinki para Frankfurt, de onde faríamos uma conexão e seguiríamos para Johannesburg, na África do sul. Nosso vôo foi excelente. Jouko meu marido, como sempre, dormiu bem durante o trajeto, com duração de 14 horas. Acredito que, desta vez, ele estava muito cansado com a maratona dos últimos dias, mas eu nunca consigo dormir em avião. Assisti aos três filmes passados.

                Na manhã seguinte, ás 9:40hs, horário local, descemos no aeroporto de Johannesburg. Ao ver a cidade de cima, ainda do avião, fiquei encantada com o verde e com a beleza daquele lugar. Impressionou-me também, a imponência do prédio com seu chão de mármore de carrara, a limpeza que parecia um espelho para nossos rostos e a precisão no controle de passaportes.

              Seguimos de carro para a cidade de Rustenburg, onde o meu marido iria fazer um projeto de muitos meses. Esta cidade fica em torno de duas horas de carro de Johannesburg, a mil metros acima do nível do mar, tendo sido colonizada por alemães e holandeses.

          Quando saímos do aeroporto, passamos por fora de Johannesburg e entramos na cidade de Pretória, que possui imensos parques e jardins com jacarandás floridos. Nesta cidade, existem em torno de 70 mil pés de jacarandá. Na primavera, formam-se tapetes de cores rosa e lilás das flores que caem das árvores, por isso o chão fica escorregadio requerendo cautela ao dirigir pelas ruas nessa época. Vale lembrar que no Brasil essa belíssima árvore está em extinção. O que é mesmo uma pena!

          Continuamos a nossa viagem. As estradas com muitas subidas, também me surpreenderam pela conservação e pela quantidade de pinheiros e hortênsias, lembrando muito o sul do Brasil. Fiquei embasbacada ao ver tanta beleza porque não era esse o visual que as televisões mostravam.

          Em nossa chegada, mais surpresas. Fomos levados para um resort com uma área de milhares de metros quadrados de muito verde, jacarandás e plantas ornamentais, flores e cento e doze espécies de pássaros coloridos, moradores do local. Já na recepção, o gerente do resort veio nos cumprimentar e de repente, vejo em minha frente, 10 mulheres uniformizadas, todas com um sorriso franco e belo a olhar para mim.

        – Senhora; dizia-me o gerente, poderia escolher uma dessas camareiras para servi-la, durante a vossa temporada aqui. Meu Deus, para mim, foi uma situação meio que inusitada! Olhei para o meu marido, um pouco constrangida e senti também nele, um pouco de apreensão. Comecei perguntando os nomes e na terceira quando me disse que se chamava Salomé, disse-lhe que ela, seria a escolhida.

        Fomos acomodados em um chalé em frente à piscina, também muito grande e bonita. O café da manhã tinha um bufê maravilhoso que não combinava em nada com aminha dieta, porque eu continuava a brigar com a balança. Resolvi, então, tomá-lo sem me preocupar com dietas e, em vez de almoçar, passava o dia comendo frutas.  À noite, jantava com meu marido e continuava com as caminhadas. Era prazeroso andar todos os dias, em torno de duas horas, embalada pelo canto de centenas de pássaros, principalmente ao entardecer. Sempre via macacos de pêlos cinza e olhos azuis (velvetes), pavões e outras espécies de aves.

         Nesta região, o que mais me impressionou, além da quantidade de área verde com muitas flores e plantas, foi um complexo turístico chamado Sun City, considerado um dos melhores do planeta. Ele é um dos que mais recebe turistas durante o ano todo, localizado quase na fronteira entre o Zimbabue, Mocambiquee Botswana, foi projetado com uma excelente área de lazer. Nas várias vezes em que lá estivemos, vimos turistas de todas as partes do mundo.  Este projeto arrojado ficou pronto em 1992 com um custo de duzentos e oitenta milhões de dólares. Foi construída uma praia artificial com equipamentos hidráulicos para gerar ondas de mais de dois metros, proporcionando alegria aos surfistas. A quantidade de palmeiras, plantas ornamentais, areias brancas e cabanas era de fazer inveja a qualquer praia natural, sem falar do brilho do sol o ano inteiros. Este local oferece 4  hotéis  cinco estrelas e o Palace Hotel, com seis estrelas, sendo considerado um dos grandes esplendores do mundo. Neste Hotel, os móveis feitos de forma artesanal, os quadros, emoldurados em estilo barroco, os tapetes, os vitrais das janelas, os lustres e a decoração dos tetos com pinturas barrocas deixavam o turista sem fôlego diante de tanta beleza.

         Outra coisa que me surpreendeu foi saber que na África do Sul eram faladas onze línguas além do inglês: o afrikaans (mistura do holandês com o alemão), zulu, xhosa,setswana,swabi, sesotho, ndebele, northern sotho, sepedi, yenda e shangani.

 Maria José Rutanen, é escritora, baiana, mora em Pomarkku, na Finlândia.

mjrutanem@hotmail.com

      PERIOD BETWEEN SOUTH AFRICA AND BRASIL

                Thus, this thirtieth day of november, took off from helsinki to Frankfurt, where we would make a connection and follow on to Johannesburg,South Africa. our flight was excellent.Jouko my husband, as  always, sleep well during the trip, lasting 14 hours. I balieve that this time, he was very tired with the marathon the past few days, but i never sleep on the plane. I watched all three films in the past.

             The next morning, at 9:40 am local time, down at the airport, in Johannesburg. seeing the city from above, yet in the plane, i was delighted with the green and the beauty of the place. Struck me, grandeur of the building with  its floor of Carrara marble, cleaning what looked like a mirror ours faces and precise control of passports.

                 We followed the car to the town of Rustenburg, where my husband would do a project for many months. This city is around two hours drive from Johannesburg, a thousand feet above sea level, having been settled by German and Dutch.

            When we left the airport, we passed out of Johannesburg and entered the City of Pretoria. wich has many parks and gardens with flowering jacaranda trees. This city, there are around 70 thounsand feet of rosewood. In the spring, it forms mats of pink and purple flowers that fall from the trees, so, the ground is slippery requiring caution while driving through the streets at that time. Remember that in Brazil this beautiful tree is endangered. What is such a pity!

            We continued our journey. The roads with many hills, also surprised me by conservation and by amount of pine trees and hydrangeas, remembering the  very South of Brazil. I was blown away to see so much beauty as this was not the vision of television showed.

              On our arrival, more surprises. We were taken to a Resort with a area of thousands of square meters of green space, jacaranda and ornamental plants.Flowers and  a hundred and twelve species of colorful  locals birds.  Already at the reception, resort manager came to greet us and suddenly I see in front of me, 10 women in uniform, all with an easy smile and beautiful to look at me.

           -Lady, told me the manager could choose one of these maids to serve you during your season here. My God, to me, was an unusual kind of situation! I looked at my husband, a little embarrassed and felt in him. a little seizure. I began by asking the names and the third when  she told me her name was Salomé, told her she would get picked.

              We were staying in a cottage in front to pool also very big and beautiful. The breakfast had a wonderful buffet that did not fit in othing wasted for my diet, because i continued to fight balance. I decided to take it without worrying about diets and, instead of lunch, spent the day eating fruit. In the evening, had dinner with my husband and continued with tthe walks and exercicies. Was pleasurable walk every day, around two hours, lulled by the singing of hundreds of birds, especially at dusk. always saw monkeys hair gray and blue eyes(velvets), peacocks and other bird species.

                  In the region, what impressed me most, besides the amount of green area with many flowers and plants, was a  Resort called Sun City,one of the best on the planet.It is one that receives more tourists all year round, located almost on the border between Zimbabwe, Botswana Mocambiquee, been designed with an excellent recreational area. At varius times when we were there we saw tourists from all over the world. This bold Project was completed in 1992 at a cost of two hundred and eighty million dollars. They have built an artificial beach with hydraulic equipment to generate wawes of more than two meters, giving joy to surfers. The amount of palm trees, ornamental plants, white sands and huts was be the envy of natural beachs, not to mention  sunshine all year round. This location offers 4 hotels five star and  The Palace, with six stars, is considered one of great splendors the world. In the Hotel, furniture made in order craft, paintings, framed in baroque style, rugs, stained-glass windows, chandeliers and ceilings decorated with baroque paintings, that tourists left breathless by so much beauty.

                Another thing that surprised me was knowing that in south Africa were eleven languages spoken other than English: Afrikaans ( Dutch mix German),aZulu, Xhosa, Setswana, Swab, Sesotho, Ndebele, Northern Sotho, Yenda and Shangani.

Extracted from the Trail of Missing. Maria José Silva Santso Rutanen, writer, currently lives in Pomarkku, Finland

 

South Africa. Our flight was excellent.

  

 

 

Anúncios

Autor:

Lia Helena Giannechini Nasceu na cidade de São Paulo, Brasil. Viveu sua primeira infância no Bairro de Santana, residindo em Santos em sua adolescência, onde estudou no Colégio São José, compondo as primeiras poesias, com a influência de J. G. de Araujo Jorge, nos anos 60. A formação humanista, leva a escolha da profissão de psicóloga. Mora atualmente em Piracicaba, realizando um trabalho como Coaching Social e empresarial, donde nasce a experiência para o livro atual. É autora de um livro de contos, Doido, Eu? Editora clube dos autores, 2012, sobre mendigos e andarilhos, diversos artigos sobre psicologia e o Blog www.alemdooceano.wordpress.com, com todas as poesias e artigosque escreveu. Co-autora do livro Poesias Contemporâneas da Editora Matarazzo,de junho de 2016, com duas poesias inscritas. Sua primeira incursão no mundo das poesias. https://www.skoob.com.br/poesias-contemporaneas-ii-605894ed605932.html Foi convidada por Sylvio Rey Reboledoa ministrar os cursos de introdução ao psicodrama, para lideres comunitários em Cali, Colômbia, pela Casa de Justicia de AguaBlanca, onde recebeu o título de cidadã benemérita em Ginebra, Vale delCauca, pelos serviços prestados à comunidade, que a recebeu de braços abertos em 2010. Já ministrou diversos cursos próprios, como Mitologia Pessoal e a Roda do Zodíaco, Além da Extensão da Mente: Oficina de Criatividade, Mitologia Pessoal – oficina de desenvolvimento humano. Oficina de Coordenação e Desenvolvimento de Grupos, Oficina de Criatividade. Trabalhou como consultora de treinamentos, em empresas como Gerdau e Engebrás. É autora de diversos artigos para o Jornal de Piracicaba de 1985 a 1987. Seu trabalho atual como Coaching prepara o jovem adulto para empreender e transformar seu conhecimento em um negócio próprio, além de desenvolver fases para consolidar as carreiras de jovens profissionais. Seu trabalho com escritora desenvolve projetos com equipes da comunidade. Atualmente faz parte do clube caiubi de compositores, onde alguns parceiros musicam suas poesias, transformando a experiência de letrista, em um processo novo e criativo. Atualmente faz parte do clube caiubi de compositores, onde alguns parceiros musicam suas poesias, transformando a experiência de letrista, em um processo novo e criativo.

2 comentários em “Trilha da Saudade/ Maria José Rutanem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s